Rua Coutinho e Melo, 18 (11)3808-9993(11) 96362-5253

REDUZA A PARCELA DO SEU VEÍCULO EM ATÉ 40%! QUITE SEU VEÍCULO COM ATÉ 70% DE DESCONTE! FALE CONOSCO AGORA!

Covid-19 mata mais negros em estados dos EUA, diz levantamento – Mundo – iG

Home » Blog » Covid-19 mata mais negros em estados dos EUA, diz levantamento – Mundo – iG

Covid 19 mata mais negros em estados dos EUA, diz levantamento   Mundo   iG

covid arrow-options Foto: Reprodução Já são mais de 1,3 milhão de casos de infectados por Covid-19 ao redor do planeta

O novo coronavírus (Sars-Cov-2) está matando negros em índices mais elevados do que a população em geral em alguns estados dos Estados Unidos. Reportagem publicada pela Reuters mostra que de acordo com números preliminares de Louisiana, Michigan e Illinois, autoridades apontam para disparidades no acesso a cuidados e atendimento de saúde.

Covid-19 mata mais que H1N1 nos Estados Unidos, diz universidade De acordo com a reportagem, os números foram informados por autoridades estaduais e municipais em entrevistas sobre o Covid-19, incluindo o governador da Louisiana, John Edwards, que disse que mais de 70% das 512 pessoas mortas pelo vírus em seu estado até segunda-feira eram negras, um percentual muito maior do que aquele que os negros representam na população, que é cerca de 33%.

Em Michigan, autoridades também declararam que o vírus está vitimando de maneira desproporcional os negros, já que estes respondem por 40% das mortes do estado e 14% de sua população. Até terça-feira, o Michigan tinha 18.970 casos confirmados e 845 mortes.

Número de pessoas em isolamento no mundo ultrapassa 4 bilhões Apesar dos dados disponibilizados pelos estados, a comparação ainda é preliminar e não é nacional, além de não explicar o que está causando as disparidades.

Líderes comunitários e autoridades de saúde pública explicam que o fato pode refletir tanto níveis mais altos de doenças subjacentes que tornam os negros mais vulneráveis quanto menor acesso aos sistemas de saúde.

O chefe do serviço de saúde pública dos EUA, Jerome Adams, disse na terça-feira que os negros norte-americanos têm mais probabilidade de desenvolver doenças cardíacas, diabetes e hipertensão.

Doria alfineta Bolsonaro: “o senhor pode precisar dos médicos outra vez” Diabetes, doenças cardíacas e problemas pulmonares de longo prazo são as doenças subjacentes mais comuns entre os norte-americanos hospitalizados com a Covid-19, a doença respiratória causada pelo novo coronavírus, disse o Centro para Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC) em um relatório publicado em 31 de março. 

QuanTez Pressley, um pastor de 33 anos da Terceira Igreja Batista da Nova Esperança de Detroit, disse que problemas como a falta de acesso a alimentos frescos e pessoas aglomeradas em moradias estreitas “tornam os indivíduos de comunidades marginalizadas mais vulneráveis aos piores resultados da pandemia”.

Autoridades do CDC e vários departamentos de saúde estaduais explicaram que os dados dos hospitais são incoerentes. Eles disseram que houve instâncias em que planos de saúde não preencheram os campos que fornecem informações demográficas sobre os pacientes.

Fonte: Reuters

Fonte: ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2020-04-08/covid-19-mata-mais-negros-em-estados-dos-eua-indicam-dados-preliminares.html

Deixe uma resposta