Juros Abusivos de Financiamento de veículos

Saiba mais como funciona juros abusivos.

Você sabia que, a maioria dos contratos de financiamento possuem erros no cálculo dos juros, beneficiando somente os bancos e as financeiras, fazendo com que o consumidor pague mais do que deveria?

 

Segundo especialistas em direito bancário, os bancos e as financeiras utilizam o método da Tabela Price para aplicação dos juros, sendo certo que, assim os juros são aplicados de forma composta, ou seja, juros sobre juros, portanto, aplicados de forma ilegal, uma vez que o Supremo Tribunal Federal através da Súmula 121 proíbe, expressamente, a capitalização de juros.

 

Sendo assim, é cabível a revisão judicial do contrato de financiamento, onde a parcela poderá ser reduzida consideravelmente, impedindo, também, a busca e apreensão do seu veículo.

 

Na Ação de Revisão de Cláusulas é anexada uma planilha de cálculos, demonstrando o valor correto das parcelas (menor que a cobrada no contrato) e o quanto pagou ou pagará a mais. Um perito contábil, nomeado pelo Juiz, analisará o contrato afim de responder se há aplicação de juros abusivos.
ação revisional financiamento veiculo,busca apreensao veiculo,parcelas financiamento veiculo,juros abusivos,abusivos veiculos,revisão financiamento veiculos,reduzir parcelas financiamento,calculo revisional financiamento veiculo,busca e apreensão veiculos,redução juros financiamento veiculos,advogado baixar parcela financiamento,revisão financiamento de veiculos,como reduzir juros, como reduzir juros,parcelas atrasadas de financiamento, calculo juros veiculo, como reduzir  parcelas financiamento, calculo juros parcela, juros em financiamento de veiculo, ação revisional financiamento veiculo, parcelas atrasadas de financiamento, ação financiamento veiculo, revisional juros veiculo, como reduzir parcela financiamento, revisional juros veiculo, como reduzir financiamento veiculo, calculo juros parcela, parcelas financiamento veiculos, veiculos com financiamento atrasado, veiculos com financiamento atrasado, advogado baixar financiamento, juros parcela veiculo, juros em financiamento veiculo, como reduzir juros de veiculos, juros parcela veiculo.

Juros de Cartão de Credito

Não  Pague Juros Abusivos !

Juros do cartão de crédito serão reduzidos pela metade, anuncia Temer
Do UOL, em São Paulo 22/12/2016 9hr 42 > Atualizada 22/12/2016 18hr55

Os juros do rotativo do cartão de crédito terão uma redução de mais da metade no primeiro trimestre de 2017, anunciou o presidente Michel Temer nesta quinta-feira (22). O anúncio foi feito em café da manhã com jornalistas.

Há uma semana, o presidente já havia afirmado que o governo estudava formas de baixar os juros do cartão, mas ainda não havia anunciado o tamanho do corte esperado. O governo não explicou ainda como isso será feito.

“(…) no primeiro trimestre desse ano [2017] haverá uma redução de mais da metade dos juros cobrados no cartão de crédito. Em duas hipóteses: a hipótese do juro do cartão, que é aquela coisa dos 30 dias, que é o chamado rotativo, onde haverá essa redução de mais da metade do que hoje se cobra. E em segundo lugar, 30 dias após  haverá um parcelamento daqueles que não pagaram, e esse parcelamento ainda receberá juros inferiores, menos da metade, quer dizer, menos da metade do que é cobrado no rotativo”, disse o presidente.

Temer também anunciou que o trabalhador poderá sacar todo o dinheiro que tem em contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). As contas inativas são aquelas que não recebem depósitos há pelo menos três anos.

O governo prometeu anunciar ainda hoje mudanças nas leis trabalhistas, incluindo plano de seguro para emprego, que será enviado ao Congresso Nacional por meio de medida provisória.
Juros do cartão estão entre os mais altos
Os juros médios do cartão de crédito estão entre os mais altos do mercado. A taxa chegou a 459,53% ao ano em novembro, segundo pesquisa da Anefac (Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade).

Os juros do rotativo do cartão de crédito são cobrados quando o cliente não paga o valor total da fatura. Atualmente, o cliente tem a opção de pagar apenas uma parte do valor da fatura, o chamado valor mínimo (15%) e deixar o saldo restante para o próximo mês. Essa operação é chamada crédito rotativo.

Essa operação, ao lado do uso do cheque especial, envolve a cobrança dos juros mais altos do mercado. Por esse motivo, deve ser sempre evitada.

Os juros são definidos pela instituição financeira e cobrados sobre a quantia que deixou de ser paga. No site do Banco Central , é possível conhecer as taxas de juros de todas as instituições financeiras.

Governo aposta em ‘pauta positiva’
O governo vem anunciando propostas para tentar estimular a economia e tirar o país da crise. Muitas dessas medidas ainda estão em estudo e não têm prazo determinado para entrar em vigor.

O desempenho da economia continuou ruim no segundo semestre deste ano, o que colocou em xeque o otimismo visto com a mudança de governo (Michel Temer assumiu interinamente a Presidência em 12 de maio).

O anúncio de medidas consideradas positivas também acontece num momento em que o governo tenta reverter um desgaste de imagem, após a cúpula do Palácio do Planalto incluindo o próprio presidente ter sido citada em delação premiada da Odebrecht, no âmbito da operação Lava Jato.

Para especialistas, o “minipacote” divulgado na semana passada é “positivo, mas não resolve”. A principal crítica é que as propostas não têm relação entre si, parecem um “catadão de medidas”, e devem ter quase nenhum impacto na retomada da economia.

Thinkstock
Este teste com 5 perguntas revela se você tem jeito para ser rico

Você tem jeito para ser rico ou pobre? Está sempre devendo ou poupa todo mês? Não pensa em aplicar ou sabe bastante sobre investimento? Descubra neste teste qual seu perfil nas finanças e veja dicas do educador financeiro Robinson Trovó para melhorar a relação com o dinheiro.

Fonte: Robinson Trovó, da Trovó Academy

Para Maiores informações entre em contato conosco nos telefone (11)3462.4485 (11)93801.6403

Juros Abusivos de Veiculo

O que é Juros Abusivos Em Financiamento de Veículos?

A taxa de juros ideal para o mês e ano do financiamento é estipulada todos os meses pelo Banco Central do Brasil, mas isso não significa que será a taxa cobrada pela instituição financeira, os bancos e financeiras são livres para usarem a taxa acima da taxa de juros ideal.

Isso significa que se você está pagando um financiamento de veículo, vale a pena fazer um cálculo para medir esta taxa e ver se o que estão cobrando no seu contrato de financiamento realmente é uma taxa digna ou uma taxa abusiva.